VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

A mão e a luva

Comentário de um hoteleiro de Floripa com um colega do Nordeste: "O verão foi excelente: caiu num fim de semana prolongado por um feriado". E não é só: há uma grande curiosidade em torno daqueles corpos sarados que disputam o Garota Verão; pessoas se informam onde se serve a melhor garoupa, se o rodízio de camarão no Oliveira continua bom como sempre e se os barcos que conduzem aos restaurantes nos costões da Lagoa ainda funcionam. De repente, Cacau se acha um Hemingway tropical e que nossa Ilha é uma festa permanente, igualzinha à Paris da geração perdida. Enquanto isso...

Enquanto isso, em Brasília, o ministro do STF Marco Aurélio que fritar o Lula; Lula quer fritar o Supremo; e o DEM, antigo PFL, quer fritar todo mundo. Na Amazônia, 600 reféns continuam vivendo nas matas, a Venezuela quer guerrear com a Colômbia, que invadiu o Equador, que acoberta as Farc. A revista Forbes adverte que Bill Gates já não é o homem mais rico do mundo; Israel converteu a Faixa de Gaza, com apenas 363 quilômetros quadrados, num imenso campo de concentração com 1,5 milhão de refugiados sem direito a água potável, energia elétrica, combustível, alimentos, remédios; e sofre, em sua própria capital espiritual, um ataque suicida que mata oito jovens estudantes do Torah. E como nada é para sempre, fica-se sabendo que o governo brasileiro, em represália aos maus-tratos que a Espanha dedica aos brasileiros, vai iniciar uma operação de limpeza nas praias do litoral, expulsando sumariamente os europeus que ali exploram a jogatina, a prostituição e o trabalho mal-remunerado.

Como a luva nem sempre combina com a mão, parece que vivemos em outro mundo, curtindo o lado bom da vida. Queres mais?


NOTA escrita para coluna Cacau Menezes - Diário Catarinense - Florianópolis/SC

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vento Sul

Eis que surge o vento sul. Ataca por todos os lados, é frio, é grudento, é a prova de casaco, de lareira e de conhaque.

Eternamente Drumond

Alguns versos aqui publicados semana passada foram suficientes para que leitores atentos lembrasse que, vivo, Carlos Drumond de Andrade...

Muito além do rio

Aquelas arcadas eram suntuosas, mas nos pareciam assustadoras no primeiro dia da matrícula;

©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.