©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.

VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

Em cada coração um pecado

NÃO se trata de querer ser dono da verdade, mas, há nove anos, já me posicionava contra o instituto da reeleição não só por seu mais absoluto casuísmo como principalmente fonte inesgotável de corrupção. Em 1993, temendo que Lula viesse a ganhar as eleições ano seguinte, o PSDB + o PFL, sempre a reboque, inventaram de mexer na constituição para diminuir o mandato presidencial. Na Constituição democratizante de 1946 os mandatos executivos eram de cinco anos. Na “Polaca” outorgada pelos militares em 1968, o mandato foi estendido para seis anos. Na de 1988, houve dúvida entre quatro anos com reeleição ou cinco sem reeleição. Até que, em 1993, temendo Lula, diminuiu-se o mandato para quatro anos. Como foi eleito o FHC, os oportunistas de plantão aprovaram, às vésperas das eleições de 98, o instituto da reeleição. Agora querem cinco anos sem reeleição. O positivo é que não se trata de casuísmo mas de amadurecimento político. A reeleição destruiu os quatro últimos anos do governo FHC e levou o PT de Lula ao valerioduto, mensalões, tráfico de influência e aos “piores instintos animalescos” de nossos políticos, como diria o Roberto Jefferson. Mas a sociedade tem de ficar atenta, pois, deste Congresso, tudo se pode esperar.

2 visualizações