©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.

VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

Pra não dizer que não falei de flores

Aquela nota, não tem, em que sugeri o trânsito na Ilha, durante o mês de janeiro, isento de carros de placas fora de Santa Catarina para tornar a cidade mais suportável no auge do turismo? Pois parece ter levantado em alguns leitores – felizmente alguns – aquilo que a alma humana tem de pior: a inveja. "O ódio espuma. A preguiça se derrama. A gula engorda. A avareza acumula. A luxúria se oferece. O orgulho brilha. Só a inveja se esconde." Pois foi justamente sobre este pecado tão complexo que se debruçou o jornalista Zuenir Ventura durante quase dois anos, em seu livro “Mal Secreto”, o mais conhecido dos pecados capitais.


A inveja é um sentimento de aversão ao que o outro tem e a própria pessoa não tem. O invejoso não deseja ser tão bom, bonito, inteligente, culto, rico ou seja lá o que for o objeto de sua inveja, mas o contrário, que o outro seja tão medíocre, tão perdedor, tão derrotado quanto ele próprio, o invejoso. Há pessoas que se colocam como cães de guarda, sempre alertas ao menor ruído. Basta alguém se destacar e lá estará o invejoso, pronto para apontar o dedo e tentar minimizar o feito de seu próximo. Infelizmente, como comunicador, sou obrigado a suportar esse tipo de inimigo, que nem leitor é pois busca apenas pretextos para exprimir sua mediocridade. Mas enquanto os cães ladram a caravana segue em frente.


NOTA escrita para coluna Cacau Menezes - Diário Catarinense - Florianópolis/SC

3 visualizações