©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.

VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

Sofrendo no paraíso

Sem o turista, principalmente o gaúcho, o manezinho voltará a passar fome e a comer apenas siri e peixe que se alimenta de esgoto das praias! Esta é a opinião carinhosa e abalizada do Ricardo, soltando sua bílis contra a nota Turista acidental, de domingo passado, nesta coluna nativa da Ilha.

O nobre vizinho desconsidera o princípio segundo o qual, por educação e respeito, quem, em Roma, não sendo nem pária nem escravo, deve viver como os romanos. Afinal, existe prato melhor do que um pirão d’água, um caldinho de feijão preto por cima e peixe crocante? Será que o ingrato turista (?) sabia que ova de siri (de mar alto, não aquele de que ele se serviu, o siri-chita, impróprio para consumo) é mais gostosa do que ova de tainha, que o japonês paga US$ 50 por quilo?

Um desafio: vá até o restaurante do Giovanni Vegetale (Il Fornaio, ali na Arno Hoeschel) e peça um Spaghetti al vôngoli, e ficará surpreso com o que se pode fazer com um humilde fruto do mar. Ah, e leve dinheiro, pois este macarrão com berbigão vai lhe custar R$ 90 por pessoa. E cumpra aquele conselho: “Viva uma vez na vida, pelo menos, numa cidade grande, mas vá embora antes que ela lhe endureça; viva pelo menos uma vez na vida à beira-mar, mas vá embora antes que ele lhe amoleça!”. Ai, como é triste sofrer no paraíso.


NOTA escrita para coluna Cacau Menezes - Diário Catarinense - Florianópolis/SC

4 visualizações