©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.

VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

Miss Brasil em Curitiba I

Perderia com prazer para Tânia Mara. (Yeda Maria Vargas seria eleita pouco depois Miss Universo 1963) “Teria ficado satisfeita, e muito, com o segundo ligar, caso o primeiro fosse dado à bela e simpática representante de vocês” - assim se manifestou a nova Miss Brasil, de passagem por Curitiba, quando se dirigia a Porto Alegre. Acrescentou que considerou justo o resultado do concurso, no que se refere às primeiras colocadas, sendo a sua eleição como primeira colocada “pura sorte”. Ieda Maria Vargas é sobrinha bisneta do Presidente Getúlio Vargas e afirmou que, embora confie em Jango, não considera herdeiro político de seu ancestral.


FAMA E COSMOS


Sobre a pergunta do repórter, sobre se o titulo de Miss” e a gloria e fama atingidos compensam os aborrecimentos, os compromissos, entrevistas e viagens, respondeu Ieda que “compensam sim”, esboçando um largo e sincero sorriso. Sobre o papel da mulher na ciência, desempenhado recentemente pela russa Valentina Tereshkova, disse a nova “Miss” Brasil, “prefiro a altura da passarela. Embora admire a coragem de Valentina, ela que fique com os Cosmos; por mim, prefiro o Brasil”.


META É MIAMI


Ieda Maria Vargas segue dia 8 para os Estados Unidos onde, em 10 de julho, se inicia em Miami o concurso da Miss Universo. Tânia Mara Franco, Miss Paraná e 2ª colocada no certame brasileiro, segue na mesma ocasião para Long Beach, onde representará nosso país no concurso de Miss Beleza Internacional. Ainda no mês de julho, a representante da Guanabara, Vera Lucia Maia, 3ª colocada no certame de “Miss” Brasil vai nos representar em Londres no concurso de Miss Mundo. Ieda declarou, ao despedir- se da imprensa no aeroporto Afonso Pena, que “vou a Miami tentar buscar o titulo mundial, não por mim,, mas pelo que representa para os brasileiros a conquista do tão cobiçado titulo que, como acontecia no futebol, tantas vezes nos tem escapado das mãos”. Ieda viaja em companhia dos seus pais, e ontem mesmo foi alvo de recepção monstro no aeroporto e cidade de Porto Alegre pois, apesar de ser de Pelotas, todos os gaúchos se sentem gratos com a feliz representante.


O ESTADO DO PARANÁ - 27 de julho de 1963.

5 visualizações