VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

O caso do boimate

Num ousado avanço da biologia molecular, dois biólogos de Hamburgo, na Alemanha, fundiram, pela primeira vez, células animais com células vegetais - as de um tomateiro com as de um boi. Deu certo. O "fruto da carne", derivado da fusão da carne do boi e do tomate, batizado com o sugestivo nome de boimate, constituiu-se, sem dúvida, no mais sensacional "fato científico" de 1983, pelo menos para a revista Veja, em sua edição de 27 de abril.

Na verdade, trata-se da maior "barriga" (notícia inverídica) da divulgação científica brasileira. O boi produzia um bife com gene de tomates e foi batizado de "boimate". A notícia atribuía a criação aos "biólogos" Barry McDonald e William Wimpey, da Universidade de Hamburgo. Na verdade, a Veja caíra numa brincadeira de 1º de abril da revista inglesa New Science. Para tanto, a revista deu várias pistas: McDonalds e Wimpeys são cadeias internacionais que vendem hambúrgueres!

Ante o silêncio da revista, que levou dois meses para admitir a "barriga", pessoas criativas escreveram à redação noticiando outras aberrações, como a descoberta do "jeribá", pseudocruzamento de jabá com jerimum; o "goiaqueijo", uma mistura de gens da goiaba, cana-de-açúcar e queijo; do "feijoporco", o cruzamento de porcos com feijão para dar um melhor sabor à feijoada. Houve quem registrasse o cruzamento, com "êxito", do pombo-correio com o papagaio, capaz de levar mensagens faladas ao destinatário.

Essas brincadeiras vêm a propósito de uma séria arapuca criada pela internet: a facilidade com que falsas verdades são distribuídas a cada minuto. O ato de escrever dobra a responsabilidade do autor, vigiado por milhões de câmeras do Grande Irmão, previsto por George Orwell Wells em seu romance 1984: os implacáveis e imperdoáveis críticos.


NOTA escrita para coluna Cacau Menezes - Diário Catarinense - Florianópolis/SC

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vento Sul

Eis que surge o vento sul. Ataca por todos os lados, é frio, é grudento, é a prova de casaco, de lareira e de conhaque.

Eternamente Drumond

Alguns versos aqui publicados semana passada foram suficientes para que leitores atentos lembrasse que, vivo, Carlos Drumond de Andrade...

Muito além do rio

Aquelas arcadas eram suntuosas, mas nos pareciam assustadoras no primeiro dia da matrícula;

©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.