Vanio Coelho

VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

O sol por testemunha

Quem pensa que o saco de maldades aprovado pela dileta Câmara de Vereadores de Floripa - aquela mesma, que custa mais de um milhão de reais por mês para a comunidade - já acabou, está muito enganado. Primeiro aprovaram uma lei que permite à Prefeitura cobrar de taxa de lixo do escritório de um pequeno despachante (que produz uma sacola de lixo reciclável por semana) o mesmo valor que cobra de um grande restaurante (que produz 5 latões de lixo pesado por dia).


Agora os profissionais liberais e o pequeno comercio estão sentindo no couro uma nova chicotada. Trata-se da cobrança da taxa de iluminação pública, antes conhecida como TIP e agora como COSIP. É que os edis aprovaram uma tabela progressiva que pune excessivamente os consumidores que possuem um pequeno negocio - uma lojinha ou mesmo uma sala - mas consomem mais de R$ 115 de luz por mês. Esses foram obrigados a pagar de COSIP nada menos do que R$ 60,00 em cada fatura mensal. Em compensação, uma grande loja de departamentos que consuma R$ 11.500,00 de luz (cem vezes mais) pagará apenas R$ 87,00 de taxa. Onde a lógica? Onde a Justiça Social? Otto von Bismarck foi um nobre alemão, famoso por reunir a Prússia, sobrepondo-se à Áustria (que a dominava), anexando a zona francesa da Alsácia-Lorena e criando as bases para a Nova Alemanha. Também conhecido como Chanceler de Ferro, Bismarck deixou para a história a famosa frase “Se o povo soubesse como são feitas as salsichas e as leis...”


Cacau já teve oportunidade de denunciar a facilidade com que as grandes corporações e seus sindicatos conseguem influir na aprovação de leis que os protegem e beneficiam. Mas quando o centro de Floripa morrer por excesso de tributação, aí, brother, o negócio é se mudar para o Kobrassol ou então montar em casa seu Office-home. Ta combinado?

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vento Sul

Eis que surge o vento sul. Ataca por todos os lados, é frio, é grudento, é a prova de casaco, de lareira e de conhaque.

Eternamente Drumond

Alguns versos aqui publicados semana passada foram suficientes para que leitores atentos lembrasse que, vivo, Carlos Drumond de Andrade...

Muito além do rio

Aquelas arcadas eram suntuosas, mas nos pareciam assustadoras no primeiro dia da matrícula;