VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

Semana Inglesa

Nas conquistas dos trabalhadores, a jornada de 8 horas foi um grande tento conquistado por aqueles que Marx concitara para a revolução mundial - e talvez por causa dele é que se conquistou a lei substituindo o conceito arcaico e novecentista, de que eram necessárias 10 horas de trabalho por dia. Depois veio o repouso semanal remunerado - também acusado de vir abrir falência a indústria e comércio. O tempo veio mostrar que os homens são fúteis - quando pensam em função do próprio tempo. Nem a indústria faliu, nem os trabalhadores diminuíram o ritmo de produção mundial.


Outras classes posteriores, entre as quais o funcionalismo público e bancários, no Brasil, conseguiram o horário corrido, ou expediente único de 6 horas. Também aí não sobreveio a grande derrocada que se temia. Hoje, fala-se em mais duas conquistas em mais duas conquistas, que poupam o operário, e aumentam suas horas de lazer: a jornada de 6 horas, e a “semana inglesa”. A primeira reinvidicação - e talvez a mais importante -, seria a de reter o trabalhador apenas 6 horas por dia, no trabalho, divididas em dois períodos. A outra, que poderá vir simultânea ou independentemente, seria o do descanso aos sábados, aumentando o repouso semanal para 48 horas. Por ser de conquista mais fácil, os trabalhadores estão pugnando para a introdução, no comercia e na indústria, da “semana inglesa”. E como ocorreu com a Justiça e estabelecimentos de crédito, o não expediente aos sábados não veio, como se temia novamente, trair os interesses dos Bancos, ou dos que buscam a Justiça. Exatamente por que são serviços que dependem de uma aplicação, que se não feitos no sábado, serão feitos na segunda.


Para os industriais, é certo, diminuirá o ritmo de produção. , porém a produção, com o emprego de maquinas, não vem sendo aumentada dia a dia nas Fábricas? No comércio, ocorrerá o que se passa com os Bancos: venderão na segunda o que poderiam vender no sábado - portanto, não há prejuízo. A “semana inglesa”, a jornada de seis horas, o salário profissional e família, são conquistas que, por mais que impeçamos a sua eclosão, surgem ou com o tempo, ou com a sensatez. Na era do progresso, o Homem tem direito a trabalhar menos, e ganhar mais, pois caso contrário não há razão para o progresso.


Jornal O ESTADO DO PARANÁ-Curitiba

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Vento Sul

Eis que surge o vento sul. Ataca por todos os lados, é frio, é grudento, é a prova de casaco, de lareira e de conhaque.

Eternamente Drumond

Alguns versos aqui publicados semana passada foram suficientes para que leitores atentos lembrasse que, vivo, Carlos Drumond de Andrade...

Muito além do rio

Aquelas arcadas eram suntuosas, mas nos pareciam assustadoras no primeiro dia da matrícula;

©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.