©2019 by Vanio Coelho. Todos os direitos reservados, de acordo com a legislação em vigor.

VANIO COELHO

Para acessar os textos do livro "Vento Sul - Velho Vento Vagabundo", escolha uma das opções abaixo!

 
 
  • Vanio Coelho

Turista acidental

O turismo em Floripa é bom para quem? Só para donos de hotéis e restaurantes, cujas taxas IPTU e ISS foram reduzidas nas últimas administrações. E alguns manezinhos que alugam seus imóveis e vão dormir na casa da sogra. O restante são migalhas: produtos de R$ 1,99 e comida por quilo. Mas o nativo sofre com cachorros na praia, chimarrão, frescobol, praias poluídas, estradas congestionadas, espaços ocupados, água, luz, preços inflacionados e ainda se aguenta turista resmungão. Para este, falta estacionamento, sobram filas, falta educação, banheiros públicos (de preferência grátis) e a ameaça de nunca mais voltar, como se dele fôssemos sentir falta.

Vivemos numa Ilha e as ruas não podem ser alargadas, os viadutos só transferem os congestionamentos e os órgãos públicos não vão dobrar o fornecimento de água, luz e telefone para atender uma população flutuante que aqui veraneia por meros 30 dias. Pode ser politicamente incorreto, mas a solução é proibir a circulação de veículos com placas de fora de Santa Catarina durante todo o janeiro; quem está não sai e quem vem não entra de carro de fora do Estado.


NOTA escrita para coluna Cacau Menezes - Diário Catarinense - Florianópolis/SC

2 visualizações